"QUANDO O MUNDO SE TORNAR CONFUSO, ME CONCENTRAREI EM FOTOGRAFIAS, QUANDO AS IMAGENS SE TORNAREM INADEQUADAS, ME CONTENTAREI COM O SILÊNCIO." [Ansel Adams / 1902-1984]

Direitos Autorais:

Fotos-textos do autor aqui postados regulamentados pela Lei 9.610/98 (dos Direitos Autorais) e sujeitos à punibilidade pelo violar da mesma, conforme o art. 184 do Código Penal brasileiro.

P.S.: Fotos de outrem aqui inseridas e porventura sem créditos referidos, capturadas da Internet ou outro veículo de mídia, "sem este referir específico".

PARA BEM VISUALIZAR AS FOTOS, EM TAMANHO MAIOR, CLIQUE EM CIMA DA FOTO.

15 fevereiro 2011

PONTO DE IRONIA e outras pontuações inusitadas


A MARCA DE IRONIA ou o PONTO DE IRONIA (francês : point d'ironie) é um sinal de pontuação proposto pelo francês poeta Alcanter de Brahm (aliás Marcel Bernhardt ) no final do século 19 usado para indicar que uma frase deve ser entendida em um segundo nível (por exemplo, sarcasmo, ironia, etc.) O símbolo é ilustrado por um ponto de interrogação virado para trás.
Foi, por sua vez tomado por Hervé Bazin, em seu livro L'Oiseau Plumons ("Arrancam o pássaro", 1966), no qual o autor propõe “vários outros sinais de pontuação inovadores/inusitados”, como: 

– ponto de "ironia"
– ponto de "dúvida"
• – ponto de "certeza"
• – ponto de "aclamação"
• – ponto de "autoridade"
• – ponto de "indignação"
• – ponto de "amor"


*** O percontativus punctus, ou Ponto de Interrogação Retórica, também conhecido como ironicon foi inventado por Henry Denham na década de 1580 e foi usado no final de uma pergunta retórica, porém, seu uso desapareceu no século 17.

*Nosso ZIRALDO propôs também, já há algum tempo, a adoção do ponto de ironia para se evitar qualquer mal-entendido (este lá acima). 

5 comentários:

Marco Antônio Arsego disse...

Muito curioso. Para um "Licenciado em Letras", como eu, embora não exercendo a profissão há mais de 20 anos, as curiosidades linguísticas são atrativas...

Ciro disse...

Então valeu, Marcão!
Abraço

Mônica Vasata Esperança disse...

Nunca tinha ouvido nem lido nada sobre isso. Muito interessante, acho que evitaria muitos desentendimentos, principalmente hoje em dia que nos comunicamos mais por meios escritos (MSN, e-mails, etc) do que pessoalmente.
Bjo

Ciro disse...

Valeu aí, Mônica!!!

Brenno Suñe disse...

Millor Fernandes dizia que o símbolo da ironia era esse: (!)

Seguidores

EU, Ciro

Minha foto
São José do Ouro, RS, Brazil